Senado contraria decisão do STF e encerra afastamento de Aécio Neves Segundo a Procuradoria-Geral da República, o tucano recebeu R$ 2 milhões de propina da JBS

18/10/2017 - 09h54
a- a+


O plenário do Senado derrubou, nesta terça-feira (17), a decisão da Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) que havia determinado o afastamento de Aécio Neves das atividades parlamentares e recolhimento domiciliar noturno. Com a decisão da Casa o tucano pode voltar a exercer o mandato de senador. 

O senador divulgou nota afirmando que recebeu com serenidade a decisão do plenário e que o resultado lhe assegurou a oportunidade de apresentar sua defesa e comprovar na justiça sua inocência

Aécio Neves foi denunciado pela Procuradoria-Geral da República (PGR) pelos crimes de obstrução de justiça e organização criminosa. Segundo a PGR, o tucano recebeu R$ 2 milhões de propina da JBS. 

Michel Temer 

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara deve retomar nesta quarta-feira (18) a discussão sobre o parecer do deputado Bonifácio de Andrada sobre a denúncia contra o presidente Michel Temer e os ministros da Casa Civil, Eliseu Padilha, e da Secretaria-Geral da Presidência da República, Moreira Franco.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS - Política

Veja mais

Comentários

VC na tv diário

Flagrou algo inusitado ou presenciou um fato marcante? Envie seu material - foto ou vídeo - para a produção do seu programa favorito.

Fale conosco

Fale diretamente com a produção dos programas da TV Diário. Atenção: o formulário abaixo não permite o envio de anexos.