Ex-namorado é condenado a 11 anos de prisão por assassinato de dançarina cearense

06/12/2017 - 10h31
a- a+


feminicidio-ceara-sao-paulo
Foto: Reprodução/Instagram
Anderson Rodrigues Leitão, de 27 anos, foi condenado a 11 anos e 4 meses de prisão pela morte por asfixia mecânica da ex-namorada Ana Carolina de Souza Vieira e por furto de dinheiro e celular da bailarina cearense. Ana Carolina, que vivia em São Paulo, foi morta em 2 de novembro de 2015 e só teve o corpo encontrado dois dias após o crime. 
 
O julgamento foi realizado na capital paulista, Fórum Criminal da Barra Funda, e um júri popular decidiu pela condenação do réu: dez anos por homicídio qualificado e 1 ano e 4 meses por furto simples, em regime inicial fechado. 
 
Relembre o caso:
 
Anderson confessou o crime em entrevista na prisão, afirmando ter estrangulado a moça após uma discussão. Em seguida, o administrador fugiu levando U$ 700,00, £ 80,00 e R$ 800,00, além do aparelho celular e cartões bancários da vítima. O corpo da modelo que tinha 30 anos foi encontrado dois dias depois pelos porteiros do prédio, que sentiram o odor do apartamento. Anderson morava em Fortaleza na época do crime e viajou para encontra-la na Zona Sul de São Paulo. 
 
Veja vídeo da confissão do crime 
 
E mais > Ex-namorado de dançarina cearense já respondia por outros crimes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS - Polícia

Veja mais

Comentários

Instagram

Siga @tvdiario

Canal 22.1 em HD. Perfil oficial da TV Diário, que é a cara do Nordeste: desenrolada, invocada e estourada. WhatsApp: (85) 98755-0153