Sistema automatizado de impressões digitais ajuda perícia a desvendar crimes

15/09/2014 - 23h03 - Redação Web - TV Diário
a- a+


Apenas uma simples impressão digital deixada no local do crime já é o suficiente para identificar o suspeito de um delito através de um sistema de última geração que está sendo implantado pelo núcleo de Papiloscopia da Perícia Forense do Ceará (Pefoce). Até mesmo corpos em avançado estado de decomposição podem ser identificados pelo equipamento.
 
O sistema, rápido e moderno, ajuda a identificar suspeito de realizar algum delito. O sistema funciona apenas pela impressão digital deixada no local do crime, desde que o acusado tenha antecedentes criminais.
 
O sistema automatizado de impressões digitais é usado nos Estados Unidos desde a década de 1970 e chegou ao Ceará em maio deste ano.
 
*Com informações da repórter Branca Sobreira.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS - Cidade

Veja mais

Comentários

Instagram

Siga @tvdiario

Canal 22.1 em HD. Perfil oficial da TV Diário, que é a cara do Nordeste: desenrolada, invocada e estourada. WhatsApp: (85) 98755-0153