Mãe e filha afirmam terem sido registradas como candidatas à deputadas sem saber

14/09/2018 - 10h03
a- a+


Duas moradoras de Maranguape, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), denunciaram o partido Rede Sustentabilidade ao descobrir que foram registradas como candidatas-fantasma à deputadas. De acordo com as duas, um vizinho recolheu os documentos delas e registrou a candidatura sem consentimento. 
 
A costureira Maria Vitória Maciel foi registrada como candidata à deputada federal e sua mãe, Ozimeire Maciel de Oliveira, como deputada estadual. As duas afirmaram que nunca realizaram o registro e que descobriram por acaso com um amigo. 
 
Mãe e filha explicaram que a candidatura-fantasma foi feita por um vizinho que teria procurado as mulheres e pedido ajuda para preencher a cota feminina do partido. Mas segundo as duas, em nenhum momento ele explicou sobre o que se tratava e afirmou que seria um apoio ao partido, e não candidatura. 
 
As mulheres procuraram a delegacia do município para fazer um boletim de ocorrência contra o partido e também protocolaram um pedido de investigação no Ministério Público do Estado. 
 
A preocupação agora é que, por serem candidatas, alguma conta tenha sido aberta no nome delas para depósito do dinheiro referente ao fundo público de campanha. Assim, elas teriam que prestar conta de uma verba que nunca receberam. 
 
A equipe da TV Diário entrou em contato com a assessoria da Rede Sustentabilidade, mas até o fechamento da matéria o partido ainda não tinha enviado uma resposta sobre a denúncia. 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS - Política

Veja mais

Comentários