Cabine da PM é incendiada no Centro de Fortaleza; polícia investiga motivação Os policiais desconfiam que os ataques a ônibus e à cabine sejam uma represália à morte do traficante Saboré

18/03/2017 - 14h59
a- a+


Durante a madrugada deste sábado (18), uma cabine da Polícia Militar foi totalmente incendiada, na praça da Justiça Federal, no Centro de Fortaleza. O ataque foi mais um da série iniciada com a queima de um ônibus na Avenida Maestro Lisboa, na Lagoa Redonda.
 
Não sobrou nada da cabine além dos ferros da armação. Restos de vidro e fibra ficaram espalhados pelo chão, assim como as cinzas.
 
Durante a manhã, policiais militares da 1ª Cia do 5º Batalhão estiveram na praça. Segundo o subtenente Araújo, a cabine não tinha mais policiamento fixo, mas ainda era usada. "As pessoas que perdiam algum documento sempre vinham procurar aqui, ele guardava. Servia mais para isso", disse.
 
Os populares que passavam pelo local afirmaram um sentimento de temor. "Nós estamos numa violência incrível. Ontem mesmo incendiaram um ônibus lá no meu bairro, no Curió. É isso aí, a violência no mundo", disse a atendente de cartório, Clécia Cavalcante.
 
Com os ataques aos ônibus na sexta-feira (17), várias linhas deixaram de operar porque os coletivos foram recolhidos pelas empresas. Segundo a Etufor, na manhã deste sábado (19), todas as linhas foram regularizadas. A Polícia investiga se os ataques são represália à morte do traficante conhecido como "Saboré", que foi abatido durante um confronto com policiais militares na manhã de sexta.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS - Polícia

Veja mais

Comentários

VC na tv diário

Flagrou algo inusitado ou presenciou um fato marcante? Envie seu material - foto ou vídeo - para a produção do seu programa favorito.

Fale conosco

Fale diretamente com a produção dos programas da TV Diário. Atenção: o formulário abaixo não permite o envio de anexos.