Ceará registra 11 mortes por gripe H1N1 em 2018; Saiba como prevenir Neste ano, já foram notificados 281 casos de síndrome respiratória aguda grave, dos quais 91 foram causados pela influenza

30/04/2018 - 09h50
a- a+


Em apenas oitos dias, foram registrados 52 novos casos de gripe H1N1. O número de mortes também aumentou de quatro para 11 no intervalo de 19 até 27 de abril. Com o aumento dos casos, é necessário tomar mais cuidado para prevenir a doença. 
 
O infectologista Anastácio Queiroz afirma que o começo do ano, principalmente com o período de chuvas, é mais propício para epidemias de gripe. O médico enfatiza a necessidade de procurar ajuda médica quando surgir os sintomas da gripe. "O importante é que a pessoa com gripe consiga tomar a medicação o mais cedo possível. Isso vai ajudá-la, na grande maioria das vezes, a evitar que a doença evolua para algo mais grave. Principalmente se iniciada nas 48 primeiras horas”. 
 
Além da vacina, disponível nos postos do Estado, também é necessário manter alguns cuidados para evitar a doença. É fundamental lavar constantemente as mãos, limpando entre os dedos e as unhas. O álcool em gel também pode ajudar nesta higiene. 
 
Para quem já apresenta algum sintoma de gripe, o ideal é evitar sair para ambientes com um grupo muito grande de pessoas. Caso seja necessário, é recomendado a utilização de máscaras cirúrgicas, para evitar a transmissão. 
 
Neste ano, já foram notificados 281 casos de síndrome respiratória aguda grave, dos quais 91 foram causados pela influenza. As mortes confirmadas foram registradas em Aracai, Eusébio, Fortaleza, Iracema, Milhã, Paraipaba, Solonópole. 
 
Confira mais dicas para prevenir e evitar propagar a doença nas reportagens do Diário Regional.
 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS - Ciência e Saúde

Veja mais

Comentários

VC na tv diário

Flagrou algo inusitado ou presenciou um fato marcante? Envie seu material - foto ou vídeo - para a produção do seu programa favorito.

Fale conosco

Fale diretamente com a produção dos programas da TV Diário. Atenção: o formulário abaixo não permite o envio de anexos.