Guarda Municipal entra em confronto com feirantes do Buraco da Gia

27/11/2014 - 17h08 - Redação Web - TV Diário
a- a+


Agentes da Guarda Municipal e fiscais da Prefeitura de Fortaleza entraram em confronto com feirantes do Buraco da Gia, no Centro, no final da tarde desta quarta-feira (26). O clima ficou tenso no momento em que os fiscais faziam a apreensão de produtos de um casal de vendedores ambulantes.
 
O confronto aconteceu na rua Sobral com Governador Sampaio, próximo a Igreja da Sé, onde existe uma feira bastante conhecida denominada "Feira da Sé"
 
O motivo da confusão se deu devido a ocupação de um espaço irregular por parte dos feirantes. Para a feira, existem locais determinados na realização do comércio. Mas, outros lugares acabam sendo ocupados, como as praças e as vias. 
 
Outro problema são os congestionamentos que se aglomeram nas ruas, já que muitos veículos estacionam em locais proibidos. 
 
Os feirantes argumentam a necessidade de trabalhar, pois precisam do sustenta para sobrevivência. Além de afirmarem que os espaços delimitados para realização da feira não são suficiente para todos. 
 
Pedras foram arremessadas na tentativa de impedir que viaturas fossem até o local que se encontravam os feirantes. 
 
Uma das vitimas reclamam que sai de casa para buscar o seu alimento diário, mas quando chega no local de trabalho, acaba sendo recebido com bala de borracha e pancadaria. 
 
O Comando Tático Motorizado (COTAM) estiverem no local com intuito de desarmar 2 bombas de efeito moral que foram arremessadas pelos Agentes da Gaurda, mas não chegaram a explodir.  Foram utilizados gás de spray de pimenta e bomba de efeito moral, afim de dispensar os feirantes. 
 
o diretor da Guarda Municipal de Fortaleza, Azevedo Vieira afirma que a guarda municipal promove operçãoes sistemâticas de apoio a Secretária Regional do Centro no ordenamento da feira da rua José Avelino. "Nesse apoio desta quarta-feira (27), os feirantes resolveram arremesar pedras aos fiscais [...] A guarda municipal agiu para dispersa-los, dispensou uma parte para a Praça do Passeio Público, que começaram a atear fogo a um ônibus. A guarda novamente agiu, prendeu 3 pessoas, encaminhou para 13º Distrito Polcial".      
 
Segundo o direto, o papel da guarda municipal  é dar apoio aos fiscais da Regional Centro e guardas da Autarquia Municipal do Trânsito (AMC), ocorrendo sempre de forma reativa quando há depredação ou agressão. 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS - Cidade

Veja mais

Comentários