Turista na própria cidade: 12 atividades imperdíveis que todo fortalezense devia fazer na Capital O portal da TV Diário convida você a olhar para alguns locais da cidade como se fosse a primeira vez e redescobrir as belezas da Capital

07/04/2017 - 11h36
a- a+


Conheça 12 atividades imperdíveis que todo fortalezense devia fazer na Capital

Turista que é turista gosta de elaborar um roteiro ou pelo menos fazer uma pesquisa sobre os principais pontos e atividades a se conhecer na cidade visitada. Mas não é todo dia e nem todo mundo que pode viajar sempre que quer. Então, pensando nisso, o Portal da TV Diário elaborou uma lista exclusiva com 12 passeios tradicionais para você fortalezense ser turista dentro da própria cidade

> Gosta de aventura? Confira 7 lugares para fazer ecoturismo no Ceará

A equipe do Portal convida você a olhar para alguns locais de Fortaleza como se fosse a primeira vez e redescobrir as belezas da Capital. 

1 - Ponte dos Ingleses ou Ponte Metálica

ponte

Construída em 1921, a quase centenária Ponte dos Ingleses, também chamada de Ponte Metálica, localizada na Praia de Iracema, é um dos mais importantes cartões postais da cidade. Ela é um dos pontos de encontro preferidos dos boêmios, namorados, artistas e jovens em geral, que se juntam para apreciar um dos mais lindos e poéticos pores-do-sol. A artista visual Raquel Amapos, de 22 anos, conta a sua história sobre o local.

“Quando me mudei pra cá, há uns 17 anos, minha família ia muito pra ponte, principalmente quando recebíamos visita. Já tive dias e encontros ruins que saí e fui vê o pôr-do-sol lá. Sempre que quero fechar o dia muito bem ou salvar um dia ruim vou pra lá, que é um ponto que você tá no meio do mar, vendo o pôr-do-sol com pessoas muito diferentes, mas com o mesmo objetivo", conta Raquel. 

Ponte dos Ingleses ou Metálica 
Rua dos Tabajaras 325, Praia de Iracema

2 - Espaço Cultural Unifor 

espaço

Localizado no 2º andar do prédio da Reitoria a Universidade de Fortaleza, o Espaço Cultural Unifor atrai a atenção de milhares de visitantes, disseminando renovação e democratizando o conhecimento das identidades artísticas, históricas e culturais do País, antes acessível somente a parcelas eruditas da população.

O estudante Gustavo Nery, de 21 anos, costuma ir ao local para admirar boas obras de arte. "É muito interessante ver de perto obras de diversos artistas plásticos, muitos de grande renome. Aprendemos sobre movimentos artísticos no colégio e em aulas de história e estética, mas geralmente há um sentimento de distância quanto às obras que estudamos, por muitas não serem expostas com frequência no Ceará". 

Atualmente o Espaço está com três exposições em cartaz, são elas: A 'Coleção Airton Queiroz', que reúne 254 obras dos principais nomes das artes plásticas nacionais e internacionais; A exposição 'Vacas Magras' da artista cearense Márcia Pinheiros; e a mostra 'Leonilson: Arquivos e Memórias Vivos' composta por 120 obras do pintor, escultor e desenhista paulista José Leonilson Bezerra Dias. Todas com com visitação gratuita.

Espaço Cultural Unifor
Av. Washington Soares, 1321, Bairro Edson Queiroz
Tel: (85) 3477.3319
Cofira a programação no site
Visitação Gratuita

3 - Passeio de bicicleta pela Ciclofaixa de Lazer

 ciclofaixa

Iniciada em 2014, o projeto de autoria da Prefeitura de Fortaleza se amplia por ruas e avenidas da Capital em direção ao Passeio Público, no Centro da Cidade. Com três opções de rotas diferentes que saem geralmente dos bairros São Geraldo, Montese e Cocó, a Ciclofaixa de Lazer é uma das principais programações esportivas e culturais aos domingos, das 7h às 13h, em Fortaleza. O percurso, porém, pode variar, então é importante checar o site da Prefeitura de Fortaleza antes de subir na bike.

"Pelo menos uma vez por mês vou, com minha esposa e filha, pela Ciclofaixa de Lazer, do Cocó até o Centro. É um momento que tiramos para ficarmos livres, fora de casa, do carro... No caminho nós tomamos café da manhã em alguma padaria e depois voltamos para casa. Dá a sensação de aproveitar a cidade", comentou o empresário Ricardo Souza.

4 - Cineteatro São Luiz

São Luiz

Inaugurado há quase 60 anos, o Cineteatro São Luiz é uma preciosidade cravada na Praça do Ferreira, no Centro da cidade. O prédio, tombado pelo Governo do Estado em 1991 pelo valor cultural e arquitetônico, foi reinaugurado em 2013 após passar por uma revitalização e restauração completa. Atualmente o Cineteatro tem como objetivo ser um espaço de referência em difusão cultural e apreciação artística, oferecendo à população uma programação acessível e de qualidade. Com uma grade de atrações diversificada, que inclui desde shows a sessões de cinema diárias, o espaço é uma ótima opção para sair da rotina e encher os olhos e a alma.  

E que tal experimentar um lanche gostoso e tradicional da Capital depois de uma sessão no Cineteatro? Também coladinha com a Praça do Ferreira está a quase centenária Pastelaria Leão do Sul, um ponto indispensável para aquele lanche bem fortalezense. A lanchonete democrática é capaz de agradar aos paladares mais exigentes com um cardápio simples: caldo de cana-de-açúcar e pastel. Mas não pense que é qualquer pastel, ele já foi eleito o melhor de Fortaleza durante quatro anos consecutivo pela revista Veja e foi esse item do menu que conquistou o estudante Gabriel Aguiar, de 21 anos.   

“Como a popularidade do local é relativamente grande pela áreas do Centro da cidade, onde estudava no ensino médio, acabei conhecendo a lanchonete por meio de conversas com amigos. Lembro que quando a gente tinha aula vaga, íamos comer lá. Tomei meu primeiro caldo de cana no Leão do Sul e acho que o pastel de lá foi o melhor que já comi até hoje", relembra. 

Cineteatro São Luiz
Rua Major Facundo, 500, Centro
Confira a programação e os preços no site
Tel: (85) 3231-9461

Pastelaria Leão do Sul
Praça do Ferreira, 193, Centro ou Avenida Bezerra de Menezes, 1084, Farias Brito
Tel: (85) 3032-1617
Horário de funcionamento: segunda a sexta das 9h às 18h30 e aos sábados das 9h às 13h30

5 - Museu da Fotografia Fortaleza

 Museu da Fotografia

No último dia 10 de março o Museu da Fotografia Fortaleza abriu as portas, pela primeira vez, para oferecer aos fortalezenses a oportunidade de contemplar imagens marcantes. Com um acervo de 2 mil fotografias, a coleção pertence à Fundação Paula e Sílvio Frota. Os três andares do Museu trazem temáticas diferentes para tratar da arte fotográfica, com espaços específicos para tratar dos mais de 200 anos de história da fotografia, assim como imagens que refletem olhares sobre o Norte e o Nordeste. O prédio conta ainda com biblioteca, cafeteria e auditório para ações educativas e eventos de arte. O fotógrafo Filipe Pereira, de 21 anos, destaca a diversidade do acervo do local. 

“São registros das guerras mundiais, da Grande Depressão, da ditadura militar brasileira, dos conflitos que arruinaram a Síria e dos protestos de 2013. Quem estuda fotografia fica deslumbrado com as obras de grandes fotógrafos como Henri Cartier-Bresson, Steve McCurry, Cindy Sherman e Dorothea Lange”, frisa. 

Museu da Fotografia Fortaleza
R. Frederico Borges, 545, Varjota
Horário de funcionamento: quarta a domingo das 12h às 17h
Ingresso: R$ 10
Gratuidade: menores de 18 e acima de 60 e às quartas-feiras para todos
Mais informações no site
Tel: (85) 3017-3661 

6 - Theatro José de Alencar

tja

Resultado de uma curiosa mistura arquitetônica o Theatro José de Alencar foi feito para entreter e para encantar. O prédio da frente, que fica na Praça José de Alencar, no Centro de Fortaleza, abriga uma fachada neoclássica que esconde a segunda e mais bela entrada, que foi trazida da Escócia há mais de um século, onde metal e vitrais coloridos formam imagens inspiradas no movimento artístico francês Art Nouveau. Foi essa atenção aos detalhes arquitetônicos que despertaram paixão na artista visual Raquel Amapos. 

“Fiquei fascinada pelo espaço, pela arquitetura, pela arte que tem dentro e as pinturas do teto. Quando eu tinha uns 15, 16 anos, falei: 'mais gente precisa conhecer esse lugar!’’, relembra Raquel, que movida pela desejo de compartilhar a experiência decidiu tomar uma atitude. Ela e a mãe decidiram levar as crianças participantes do projeto social de evangelização infantil, Meimei, qual fazem parte, para assistir uma peça no TJA. “Eles tiveram fascinação com as mesmas coisas que tive e nutriram um pouco mais da paixão pelo teatro”, conta. 

Theatro José de Alencar
R. Liberato Barroso, 525, Centro
Horário de visitação gratuita: terça a sexta das 9h às 17h; sábados, domingos e feriados de 14h às 17h
Confira a programação e os preços no site da Secult
Tel: (85) 3101-2583

7 - Casa José de Alencar

 casa josé de alencar

Passando pela movimentada Avenida Washington Soares é fácil avistar um espaço verde que respira tranquilidade e cultura onde fica a Casa de José de Alencar. Situada no Sítio Alagadiço Novo, em Messejana, o espaço é de propriedade da Universidade Federal do Ceará. Durante nove anos a residência foi o lar do escritor cearense José de Alencar. Passeando pelos espaços, o visitante aprende sobre a obra do escritor, vê a história do livro Iracema contada por imagens e sabe mais sobre escravidão e cultos afro-brasileiros. A visitação é aberta ao público.

Casa José de Alencar
Av. Washington Soares, 6055,  Messejana
E-mail para agendamento de visitas: casajosedealencar@ufc.br
Mais informações no site 
Entrada Gratuita

8 - Mercado Central de Fortaleza

mercado

Especializado em produtos artesanais cearenses o Mercado Central de Fortaleza está localizado no Centro é uma parada obrigatória para quem procura irreverência, arte e história em um só lugar. Com mais de dois séculos de existência, o espaço, que já passou por três reformas, guarda a pluralidade em suas rampas, como conta a professora Lusenilda Almeida, de 53 anos.    

“As variedades de boxes, de roupas indianas e de bordado chama atenção. A quantidade e tipos de artesanatos feito de crochê, de palha... Essa parte de trabalho manual é muito forte no Mercado. É tudo muito lindo! Parece que tudo que você quiser procurar lá tem, desde comida à roupa. Até sanfoneiro tocando um forrozinho pé-de-serra você encontra”, destaca a educadora. 

Mercado Central de Fortaleza 
Av. Alberto Nepomuceno, 199, Centro 
Horário de funcionamento: segunda a sextas das 8h às 18h, aos sábados entre 8h e 16h e aos domingo das 8h às 13h
Mais informações no site 
Entrada Gratuita
Tel: (85) 3454-8586  

9 - Passeio de veleiro pela orla 

Mara hope

O tradicional passeio de veleiro convida o passageiro a ver a orla fortalezense de um outra perspectiva. Com uma rota simples saindo da Praia do Mucuripe a embarcação passa por pontos como o píer, o cais do porto e o lendário Mara Hope (na foto), encalhado há mais 30 anos nas águas da Praia de Iracema. A parada de 15 min para mergulho na baía do Hotel Marina Park é o auge da viagem, conta a cabeleireira Theyne Viana, de 36 anos. 

"Gostei principalmente da parada que ele fez em mar aberto. Eles dão para cada tripulante uma bóia. Não entrei na água, preferi aproveitar o sol, mas minha filha e minha irmã foram. O passeio foi muito tranquilo, valeu muito a pena", destaca.

10 - Museu do Ceará

museu do ceara

Com mais de 80 anos, o Museu do Ceará foi a primeira instituição museológica oficial do Estado. Instalado em um imóvel de significativo valor histórico, no Centro da cidade, denominado Palacete Senador Alencar, o museu tem como principal missão promover a reflexão crítica sobre a História do Ceará por meio de programas integrados de pesquisas museológicas, exposições, cursos, publicações e práticas pedagógicas. Possuidor de um acervo bastante variado, resultado de compras e, sobretudo, de doações de particulares e instituições públicas. O Museu também oferece cursos, oficinas, palestras e publicações na área de museologia e história. Promove visitas orientadas e capacitação para professores, em parceria com a Universidade Federal do Ceará. 

Museu do Ceará
Rua São Paulo, 51, Centro 
Tel: (85) 3101-2610 
Horário de funcionamento: terça a domingo, entre 9h e 17h
Confira a programação no site
Gratuito 

11 - Comer camarão e peixe fritos na hora no Mercado dos Peixes 

mercado do peixe

Para quem é fã de frutos do mar e de preços justos o Mercado do Peixe, no Mucuripe, é uma parada obrigatória. Com um número farto de opções deliciosas, que vão desde o camarão rosa (do mar) e cinza à lagosta e peixes como pargo, que são encontradas em qualquer época do ano. O cliente pode comprar o produto em um dos boxes de venda e fritá-lo na hora a partir de R$9 por quilo. Além de comida o local ainda oferece diversão e entretenimento aos frequentadores, como conta a estudante Fernanda de Façanha e Campos. 

"Como minha mãe gosta muito de camarão vamos no Mercado de vez em quando e sempre tem alguma atividade acontecendo. Na última vez que fui tinha um grupo de garçons que fizeram uma apresentação de street dance, tipo hiphop, interagindo com as cadeiras. Meu pai adorou!", conta.

Mercado do Peixe 
Av. Beira Mar, 3998, Mucuripe
Aberto até as 22h
Acesso Gratuito

12 - Passeio Público

paseio público

Também conhecido como Praça dos Mártires, o Passeio Público é a praça mais antiga de Fortaleza. Além da bela vista para o mar, para o Forte de Nossa Senhora da Assunção e para as árvores centenárias, o espaço também é famoso pela tradicional feijoada servida no Café Passeio, situado na arborizada e bela área da cidade. O restaurante, que só é café no nome, traz no menu especialidades da culinária regional, como moqueca de arraia e, claro, a feijoada, embaladas por apresentações de jazz, chorinho, MPB e blues.

De terça a sexta, o quilo do buffet sai na faixa de R$ 45. Aos sábados e domingos, quando a feijoada ocupa a bancada, o preço sobe para a faixa de R$ 55 o quilo. Cerveja e caipirinha completam essa gostosa combinação.

Passeio Público
Rua Doutor João Moreira, s/nº,  Praça do Passeio Público, Centro
De terça a domingo. Feijoada aos sábados e domingos.
Horário de funcionamento: das 9h até 17h
Tel: (85) 3063-8782

ÚLTIMAS NOTÍCIAS - Turismo

Veja mais

Comentários

VC na tv diário

Flagrou algo inusitado ou presenciou um fato marcante? Envie seu material - foto ou vídeo - para a produção do seu programa favorito.

Fale conosco

Fale diretamente com a produção dos programas da TV Diário. Atenção: o formulário abaixo não permite o envio de anexos.